| SONIC REVERENDS | “É claro que incentivamos a nudez”

3 de dezembro, Barreiro Rocks'11

São da Marinha Grande, têm vídeos provocadores o Youtube e estão a conquistar espaço no rock nacional. Este ano conseguem o feito de abrir a segunda noite de um dos melhores festivais de Garage da Península Ibérica. Com um único disco no currículo, “Remember the Alamo”, os reverendos vão apresentar um novo EP no concerto de 3 de dezembro, no Barreiro Rocks. Pela voz de Diogo Augusto, o vocalista, a banda assume-se apaixonada por Nick Nicotine, músico e produtor com quem têm vindo a trabalhar. “E não é só por ele ser bonito”, garantem. Esperam fazer melhor carreira que os míticos The Sonics e, pelo caminho, não ter prejuízo. Estão em pulgas para ver ao vivo o Dex Romweber Duo e prometem um concerto em “trajes menores” e repleto de “barulho, nódoas negras, cortes e sangue”.

Página 2: O futuro do rock
Página 3: A estreia no Barreiro Rocks

——————–
Mais informação sobre o Barreiro Rocks 2011:
O cartaz, as bandas [com vídeos]
Planeta FrankMarques especial [#32]
ENTREVISTAS exclusivas:
Jack Oblivian
Harlan T. Bobo
Dex Romweber Duo
Pierced Arrows
Pierced Arrows – Toody responde a Eddie Vedder
Fabuloso Combo Espectro
——————–

FrankMarques – Os Reverendos andam a pregar o rock’n’roll há quanto tempo?
Diogo Augusto
– A ideia tem 2 anos, mais coisa menos coisa. Mas o primeiro ano foi essencialmente para trabalharmos ideias que estavam a ganhar importância. Fora um ou outro concerto que fomos dando antes, a primeira vez que os Sonic Reverends surgiram como tal foi quando lançámos no início deste ano o nosso primeiro EP, “Remember the Alamo!”.

Samuel, o guitarrista, em Rio Maior

Que relação existe com os extintos The Wage?
É bastante incestuosa. Os elementos são exactamente os mesmos, mas a forma como fazemos a coisa é completamente diferente. Com os The Wage fomos experimentando coisas diferentes de forma mais ou menos inconsciente até começarmos a perceber o que queríamos fazer. Quando isso aconteceu, a banda já não tinha nada a ver com os The Wage tal como eles eram e, por isso, não fazia sentido continuar com esse nome.

Dizem que essa primeira banda serviu para perceber o que queriam. E o que é que querem os Sonic Reverends?
Não queremos muita coisa. Queremos fazer música cada vez melhor, ver cada vez mais gente nos nossos concertos e que fiquem com vontade de ir a mais. O resto, logo se vê. É claro que, entretanto, se conseguirmos fazer uns cobres para isto não ser só prejuízo, tanto melhor!

Reverendos no Estúdio King

Lançaram um disco, “Remember the Alamo”, com produção de Nick Nicotine. O que representa para vocês o “maestro” da Hey Pachuco?
O Nick é a nossa paixão. Amamo-lo de verdade! E não é só por ele ser bonito… Quando chegámos ao Estúdio King estávamos numa situação em que sabíamos perfeitamente o que queríamos mas não o sabíamos explicar. Foi um gigantesco golpe de sorte ter à frente da gravação alguém que foi imediatamente na direcção que queríamos mesmo que nós não o soubéssemos explicar.

“Ritalin”, tema de abertura do disco “Remember the Alamo”
[Hey Pachuco// Experimentáculo Records, 2011]

O disco expressa tudo o que esperavam ou olhando para trás há coisas que agora fariam diferente?
Claro que, olhando para trás, há sempre coisas que se calhar tínhamos feito diferente. Mas só no que diz respeito à escolha dos temas. Nós fazemos muitas músicas e estamos constantemente a trabalhar em coisas novas, por isso, quando entramos em estúdio para gravar apenas cinco, o processo nunca é pacífico. Mas o “Remember the Alamo!” ficou exactamente aquilo que tinha de ser. Talvez até por termos gravado quase todas as músicas ao primeiro “take”, reduzindo ao máximo os “overdubs”. O disco ficou como queríamos e orgulhamo-nos dele.

Página 2: O futuro do rock
Página 3: A estreia no Barreiro Rocks

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s