| HARLAN T. BOBO | “Comecei a escrever nos Açores”

Harlan T. Bobo já viveu em Portugal

É um trovador Folk-rock de Memphis, Estados Unidos. Começou a cantar a solo há cerca de 8 anos, mas apenas em 2005 deu corpo ao primeiro álbum, “Too much love”, um registo autobiográfico que relatava a difícil relação e separação da sua então mulher, com quem viveu em Portugal. Depois, gravou outro álbum sobre ser “um mau solteiro”. E há um ano lançou “Sucker”, um terceiro capítulo da sua vida recente. “A aventura continua”, garante o cantautor e baixista, que a 3 de Dezembro actua no Barreiro Rocks em nome próprio mas também vai tocar baixo com os Limes e para Jack Oblivian, que, ao FrankMarques’Blog, deixou um aviso sobre Harlan: “Ele tem uma voz muito profunda que fala directamente para as senhoras.”

Página 2: “Ansioso por ver portugueses”

——————–
Mais informação sobre o Barreiro Rocks 2011:
O cartaz, as bandas [com vídeos]
Planeta FrankMarques especial [#32]
ENTREVISTAS exclusivas:
Jack Oblivian
Dex Romweber Duo
Pierced Arrows
Pierced Arrows – Toody responde a Eddie Vedder
Fabuloso Combo Espectro
——————–

FrankMarques – Viveu algum tempo nos Açores. O que trouxe a Portugal e quanto tempo ficou?
Harlan T. Bobo
– Eu andava a tentar arranjar uma boleia dos Açores para o Mediterrâneo. Queria ir para a África. Mas como não tinha experiência de andar embarcado não tinha percebido que não estava ali na melhor das épocas para o que queria. Por isso fiquei apenas 4 ou 5 meses. A maior parte, frequentando os bares locais à procura de um barco. Finalmente, consegui um trabalho num grande navio, o Starvose. Navegámos para Gibraltar para trabalhar no barco, mas eu detestei Gibraltar. Acabei por ir mesmo para África.

Harlan canta muito para as mulheres

– Chegou a visitar Portugal Continental?
– Sim, estive em Lisboa algumas semanas.

– Que recordações guarda dos Açores?
– Lembro-me de umas belas pescarias de enguias e de uns militares americanos mal educados.

– Nessa temporada que passou nos Açores, já fazia música?
– Isso foi antes de eu ter começado a solo. Mas eu já tinha andado a tocar pela Europa com os Viva L’American Death Ray Music. Depois da digressão, fui para Portugal e comecei a escrever a minha música nos Açores.

Harlan T. Bobo ao vivo na Bélgica, a 7 de novembro de 2011

– Ficou a conhecer música portuguesa?
– Bem, cheguei a ouvir música portuguesa… no Brasil. Gostei muito, por acaso. Aliás, penso mesmo que os trovadores que andam a tocar pelas zonas turísticas de Lisboa foram de certa forma uma inspiração para mim.

– Conheceu alguns músicos portugueses?
– Nem sequer conheci muita gente…

A relação com o sexo oposto nem sempre foi fácil

– O primeiro álbum a solo só o gravou aos 35 anos. Porquê tão tarde?
– Porque tinha melhores coisas para fazer.

– É verdade que esse primeiro álbum, “Too much love”, foi sobre uma separação real na sua vida pessoal?
– É mais ou menos isso. Eu estava ainda com a mulher de que se fala quando escrevi o disco. Ela esteve nos Açores comigo. E gravei-o depois da separação. Não tinha qualquer intenção de me tornar um músico a sério, apenas queria fazer um disco.

– O segundo disco fala de um recomeço. É verdade?
– Foi mais sobre ser um mau solteiro.

– O último disco, “Sucker”, lançado em 2010, é inspirado na sua actual família [Harlan casou e tem um filho]. É o final de uma trilogia?
– Casamento, paternidade, gelados, construção… a aventura continua.

– É este terceiro disco que vem apresentar ao Barreiro Rocks ou vai revisitar toda a trilogia?
– … Ou talvez algumas músicas novas. Nesta digressão estamos a focar-nos mais nas músicas rock. Há algumas canções da minha nova banda, os The Fuzz, e também alguns temas rock mais antigos.

“Hamster in a cage”, tema retirado do álbum “Sucker”
[13 de abril de 2010, Goner Records]
autoplay & download gratuito

Página 2: “Ansioso por ver portugueses”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s