BETH DITTO | A voz dos Gossip de regresso e “on fire”

Beth Ditto, “Fake Sugar” (2017)

REGRESSO

Pouco mais de um ano de ter anunciado a separação dos Gossip, Beth Ditto prepara-se para consolidar a carreira a solo com o lançamento do primeiro “longa duração”.

“Fake Sugar” tem lançamento comercial previsto para 16 de junho e dois dos novos temas já podem ser escutados no canal oficial da cantora no Youtube: “Fire” e “Oo La La”.

Depois de já ter apresentado o novo disco na televisão, Beth Ditto começa já este sábado no Ohio uma digressão que a vai levar, até final do ano, pelos Estados Unidos e Europa. Helsínquia, na Finlândia, a 11 de agosto, será a primeira escala no Velho Continente.

Após um curto regresso aos Estados Unidos, a 20 de setembro, em Copenhaga, Dinamarca, arranca de facto a segunda parte da “tour”, com escalas previstas na Alemanha, Polónia, Áustria, Suíça, Itália, França, Bélgica, Holanda e Reino Unido.

Para já não há atuações previstas em Portugal da assumidíssima “lésbica feminista gorda.”

A primeira vez em Portugal

A história dos Gossip começou em 1999, como um trio Punk. No ano seguinte, lançaram o prileiro disco, um EP homónimo. Seguiram-se dois álbuns até ao icónico “Standing in the Way of Control”, em 2006.

A estreia em Portugal de Ditto aconteceu como vocalista dos Gossip, em 2007, no Super Rock, em Lisboa. Um concerto a que tivemos oportunidade de assistir e que confirmou as enormes expetativas que rodeava então o grupo de origens Punk, timbre Soul e espírito Rock’n’Roll.

Gossip no Super Rock 2007

Ditto voltaria três anos depois a Portugal, com os Gossip, para o Festival Alive, em Algés (vídeo em baixo).

Os Gossip, entretanto, separaram-se, confirmou em fevereiro de 2016 a própria vocalista.

Nos últimos anos, Ditto lançou uma linha de roupa, casou-se com a fiel namorada com quem está desde os 18 anos.

Aos 36, prepara-se para lançar o primeiro álbum a solo depois do EP em nome próprio de 2011, do qual extraímos “I Wrote a Book” (vídeo em baixo).

Ativista pela tolerância com as pessoas obesas e musa XXL de estilistas como Jean Paul Gaultier ou Marc Jacobs, Beth Ditto mostrou-se agradada em recente entrevista à revista Vogue pela forma como esse movimentou se propagou pelo mundo.

A artista admite, porém, que “ainda está muito por fazer”. Para já, com música nova e o desfile da respetiva voz e curvas roliças pelos palcos dos quatro cantos do mundo.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Música com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s