| ADELE | Álcool ajuda a escrever música

Álcool é recurso para Adele

A nova menina bonita da pop britânica não parece ter ficado afectada com a recente morte de Amy Winehouse, de quem se assume fã. A londrina de 23 anos, curiosamente natural da revoltosa zona de Tottenham, admitiu ao jornal The Sun que beber álcool ajudou-a a alcançar os maiores sucessos. “Uma língua bêbada é uma que é honesta”, justificou a cantora, cujo segundo álbum, “21”, tem dominado as tabelas de vendas.
Adele não se poupa. A menina natural de Tottenham tem a língua solta. E gosta de surpreender. Nem mesmo depois dos maus exemplos de Amy Winehouse, que morreu a 23 de Julho, Adele pensou duas vezes antes de promover o consumo de álcool num dos maiores jornais do Reino Unido, o The Sun. “Uma língua bêbada é uma que é honesta, na minha opinião”, atirou a cantora, sem papas na língua, depois de revelar o processo que a levou a escrever algumas das músicas para o último disco.
O mais recente single de “21” (editado a 4 de Julho)

“Eu costumava fechar-me em minha casa, embebedar-me e a escrever um diário ‘bêbado’. E era aí que eu conseguia admitir coisas a mim própria”, revelou Adele, acrescentando que “na manhã seguinte pegava no que tinha escrito e lia tudo com uma ressaca horrível”. “Sob a fria luz do dia, tinha de absorver os próprios sentimentos sobre mim mesma. Tinha um pouco de medo que não os conseguisse articular devidamente”, confessou, contando ainda que “ao chegar aos 18 ou 19 anos” não se arrependeu de nada porque era “uma adolescente, pensava que sabia tudo e nada mais havia para aprender.”

Capa do último disco

A cantora começou, porém, a aperceber-se das próprias “falhas e desapontamentos”. E aí começou, finalmente, “o arrependimento sobre muitas coisas”. “Foi como um despertar”, concretizou. A cantora revelou ainda ter ficado muito desapontada quando escreveu uma música que não impressionou os produtores do filme “O amor é o melhor remédio” (“Love and other drugs”), interpretado por Jake Gyllenhaal. “Eu queria muito participar nessa banda-sonora, mas concorri com a música errada. Gosto daquele tipo de filmes. Talvez o consiga para a próxima”, desejou ao mesmo tempo que anunciou o objectivo de “fazer um filme de Martin Scorcese”, mas sem saber se estará à altura do famoso realizador.
Do subúrbio ao estrelato
Adele Laurie Blue Adkins nasceu a 5 de Maio de 1988, em Tottenham, norte de Londres. A mãe era uma adolescente solteira. A menina começou a cantar aos 4 anos, tendo como uma das referências as Sipce Girls, projecto fulminante da pop britânica mais comercial da década de 90. Aos 11, Adele e a mãe mudaram-se para o sul de Londres e ela começou a interessar-se mais pela Soul e o novo conceito R&B promovido por artistas como Aaliyah ou as Destiny’s Child.
Com um curso da “BRIT School for performing Arts & Technology”, tirado em 2006, e a poucos meses de celebrar 20 anos, Adele lançou o primeiro disco, em Janeiro de 2008. Foi intitulado “19” por causa da idade. Rapidamente teve o sabor de estar no primeiro lugar do top de vendas. Aconteceu logo a primeira semana de edição. A BBC catalogou-a como uma das revelações do ano.
Em Janeiro deste ano, editou “21”. O disco entrou directamente para o primeiro lugar da tabela de vendas britânica e foi n.º1 em 18 países. Com a decadência de Amy Winehouse, Adele ganhou projecção. A morte da compatriota abriu-lhe as portas do trono da pop. Adele, curiosamente, é vista agora como cantora e sex symbol. Foi eleita para ser a capa da edição de Setembro da revista de moda “Elle – Québec” (Canadá), onde é comparada a Edith Piaff.

A capa de Setembro da Elle Québec

Em declarações à revista Q, Adele anunciou que já escreveu sete músicas para o próximo disco, que, prometeu, “será mais intímo e despido que os dois primeiros”. “Não será uma grande produção. Quero algo mais acústico e com piano”, resumiu, assumindo querer fazer tudo desde o início ao fim do processo, desde escrever as músicas todas até à masterização final.

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Música com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s