|ARCTIC MONKEYS | Explicam quarto disco música a música

Balanço de carreira ao quarto disco?

Banda de Sheffield lança “Suck it and see” na próxima segunda-feira. E, convicta de que vai conseguir convencer os seus “súbditos”, decidiu disponibilizar na íntegra o álbum para pré-escuta. Para ouvir as 12 músicas, guardar uma no computador, ver o vídeo do primeiro single e ficar a saber mais detalhes…

Tudo começou em 2010 quando os primeiros rumores deram conta de que os Arctic Monkeys tinham alugado uma luxuosa casa em Los Angeles para trabalharem no quarto álbum. Já este ano, em Janeiro, surgiu a confirmação de que os “macacos” tinham estado de facto num estúdio de LA, o Sound City, e aí, com produção de James Ford, dos Simian Mobile Disco, tinham gravado “Suck it and see”, o sucessor do terceiro capitulo da carreira, “Humbug”. E na próxima segunda-feira o disco vê a luz do dia, que é como quem diz, deixa o “útero da mamã”.

Sai a 6 de Junho

Convictos da obra que criaram, os quatro “macacos” de Sheffield, que, curiosamente, contam entre si 100 anos de vida divididos qualitativamente, decidiram disponibiliza-lo para pré-escuta a duas semanas da edição. E a sete dias do lançamento Alex Turner, o vocalista, esteve na maior rádio britânica a falar do “gajo”.

Alex Turner

“Penso que o novo álbum reflecte um ponto de equilíbrio entre os nossos três primeiros discos. Não há nada sobre tarifas de taxi ou coisas do género, mas há algo das minhas convicções e do sentido de humor que tinha nas primeiras músicas que gravámos. Mas também há um pouco do que fizemos no ‘Humbug’ , o que até fica um pouco deslocado”, afirmou Alex Turner, no programa de Zane Lowe, na BBC Radio 1, esta segunda-feira.

O vocalista dos “Monkeys” acrescentou ainda que nunca esteve nos planos da banda “voltar a fazer um álbum como o primeiro” porque “seria impossível” para ele escrever música com o estilo que o demarcou em “Whatever people say I am, that’s what I’m not”.

Questionado sobre quantas músicas teriam ficado de fora das sessões de gravação de “Suck it and see”, Alex Turner garantiu: “nenhuma”. “Só gravámos estas 12. Não quisemos estar a gravar, por exemplo, 20 músicas e depois termos de as reduzir [para o disco]”, concretizou.

O que eu tenho a dizer sobre a “rodela de plástico”
Depois de o ouvir, com alguma atenção, tenho para mim, que este é um disco superior a “Humbug”, o terceiro, mas abaixo dos dois primeiros capítulos da carreira do grupo, que de facto colocaram os Arctic Monkeys num nível de difícil superação. O ritmo das guitarras e da bateria, tirando uma ou outra excepções, continua abaixo daquilo que os tornou um marco do rock do novo milénio. Em Julho, no Super Rock, o quarteto volta a palcos portugueses para encabeçar o cartaz do primeiro dia do Super Rock.

Alex Turner descreveu para o NME cada música de “Suck it and see”

Arctic Monkeys – “Brick by brick” (download gratuito)

O primeiro single: “Don’t sit down cause I’ve moved your chair” (Vídeo)

Esta entrada foi publicada em Música com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s