Assim se “combate” a alegada pirataria na internet

Com criatividade, com inovação, abraçando as novas tecnologias e, acima de tudo, fazendo boa música. Os Datarock mostram ao Mundo uma das formas de como se deve levar a música até aos fãs e ainda receber alguma coisa em troca sem ser só pelos concertos, que já de si valem uma boa maquia.

Novo lançamento dos Datarock

Os Datarock estão de volta às edições e desta feita com o lançamento do “mais extravagante single da história”, como eles próprios o definem no site criado para promover o evento. Intitulado “Catcher in the Rye”, o tema que dá nome ao single faz parte de uma edição multifacetada que inclui logo, à partida, a simples oferta pela internet da própria música. Mas esta é apenas uma das 105 músicas que os noruegueses vão lançar ou (no caso de algumas) re-lançar este ano.

O boneco que inclui a pen-drive

Esclarecendo: “Catcher in the Rye” vai ser lançado como “free download”; como parte integrante de um EP especial de cinco músicas; mas também numa pen drive, “encastrada” num boneco criado para o efeito nos Estados Unidos e que vai incluir as tais 105 músicas dos Datarock, cerca de 1500 fotos, 20 videoclips e ainda o filme de um concerto completo dos eletro-rockers, que têm brilhado nas pistas de dança do nosso país (especialmente no Alburrica bar, no Barreiro) através do sedutor “Fa fa fa fa.”

O material para esta inovadora e “extravagante” edição foi recolhido ao longo dos últimos anos pela própria banda, que se fez acompanhar nas digressões por uma câmara fotográfica e registou imagens em 33 países diferentes. O filme-concerto, por sua vez, chama-se “Never say die”. Para além disto, a pen drive inclui o novo álbum dos noruegueses, baptizado bem a propósito como “Music for Synchronization”, e ainda os dois álbuns anteriores (Datarock, 2005; e Red, 2009) com músicas extra. Junta-se-lhes a recente colecção de lados-B, “Lost and Found”, uma compilação de raridades, 15 novos instrumentais e um álbum de remisturas com 40 temas remexidos e intitulado…. tcham tcham tchaam… “Mixed Up.”

Os Datarock estão a planear uma digressão mundial para ajudar a promover este inovador lançamento. É uma lição para todos aqueles que, na indústria da música (editoras acima de tudo, mas também alguns músicos), têm lutado de forma errada contra a Internet. A rede global não deve ser combatida, mas sim “abraçada”, como li há pouco tempo numa entrevista a uma pessoa do meio. E subscrevo!

A Internet não é a inimiga da música. É amiga!

E como sinal do que defendo, aqui fica o download legal do novo tema dos Datarock, via revista especializada Spin: “Catcher in the Rye” (carregar com o botão do lado direito do rato e escolher “guardar ligação como…”)

E o vídeo desta nova música, em versão acústica:

Advertisements
Esta entrada foi publicada em Música com as etiquetas . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s