| FAST EDDIE & the RIVERSIDE MONKEYS | “Bovine Intervention”

Tem bovinos no título, mas não se vislumbram vacas no que transpira da rodela de plástico. Dela saltam, sim, tijolos, magia negra, alcatrão e penas, aligatores, novamente a bebida e, por fim, colheres que se dobram. É disto que fala o segundo disco do colectivo do Barreiro, que mais parece saído do bar fumarento de um qualquer filme americano de motards

Foto: Rui Serrano

“Bovine Intervention” é descrito algures na internet como o que sucede a um sujeito, cuja vida andava pela sarjeta e, ao cruzar-se com um bovino, de repente tudo muda para melhor. No caso de Fast Eddie & the Riverside Monkeys, a vaca da capa também marca uma mudança, um passo em frente. E, ao segundo disco, mais um belo registo. Rock bem regado de whiskey. E do bom, do velho. Nesta rodela, o clique não é tão imediato como em “Baptize me in wine”, o primeiro disco, onde o tema título que o abre prende de imediato qualquer amante de trepidante rock. “Ton of bricks”, aliás, o tema que abre este segundo capítulo, é igualmente um tema forte, mas é um daqueles que nos vai conquistando e que, no fim, também nos arrabata.

Ao segundo pontapé de “Bovine Intervention”, Fast Eddie agarra-nos de pronto e entoa um feitiço de magia negra, “Voodoo queenie”. Baixo de garras afiadas, guitarra solta, riffs orelhudos e um coro de pêlo no peito. A velocidade segue alta e mantém-se em “Hot tar white feathers” (tema que pode escutar já a seguir). A haver um primeiro single para rodar na rádio, se alguma rádio tivesse a clarividência de apostar no potente rock português, este poderia ser uma das escolhas certeiras. Brilhante!

Fast Eddie & the Riverside Monkeys é um projecto que evoluiu de um trio para um quarteto, juntou teclas à formação básica de guitarra, baixo e bateria. Ganhou orgânica. E os temas, está provado, resultam na mesma se tocados em modo “one man band”. Mérito para o líder, Fast Eddie Nelson, músico de unhas grandes e voz grave, que traz à tona fortes influências Blues e, salvo as devidas distâncias, chega a fazer lembrar Lemmy Kilmister, o “ás de espadas” dos Motorhead.

Soul e psicadelismo foi o que Fast Eddie & the Riverside Monkeys quiseram acrescentar ao blues-rock para este segundo passo na carreira. O objectivo, confessou o próprio líder ao blog “Música escrita”, é simples: conseguir tocar mais concertos e vender mais discos. Não será difícil, a julgar qualidade do conteúdo e a confirmação do potencial. Mas, infezlimente, não passa só por aí.

Este é um disco forte, com pica, óptimo para conduzir, para ouvir numa animada noite de amigos, para acabar com qualquer momento mais depressivo. “Estou a caminhar para o cemitério, mas estou a ir bem devagar”, canta Fast Eddie, no penúltimo tema de “Bovine Intervention”. Enfrenta o diabo de frente e vence. Estão imparáveis e, segundo consta, de novo “na oficina” a trabalhar em novos temas.

Imagem: Hey Pachuco Recs

Para o final de “Bovine Intervention”, uma música bipolar. “Bending spoons” arranca ao melhor estilo de “Ace of Spades”, clássico dos já referidos Motorhead, mantém o pé no acelerador durante um minuto e meio para depois quebrar progressivamente e de forma arrastada, até desaguar nos 6’54’’. A saída é feita, curiosamente, ao som de ondas, um barco a passar ao fundo e o que parece ser um ukelele dedilhado em tom de adeus. Depois, podemos recuperar o fôlego, descansar um pouco e… voltar à carga. Afinal, são pouco mais de 20 minutos e merecem ser tocados de novo porque, já dizia um amigo, “quando a música é boa toca sempre duas vezes.”

Alinhamento de “Bovine Intervention”:
1. Ton of bricks (3’53’’)
2. Voodoo queenie (3’14)
3. Hot tar white Feathers (2’56’’)
4. Dr. Livingstone (0’04’’)
5. Aligator (4’19’’)
6. Another Drinking Song (2’26)
7. Bending spoons (6’54’’)

Edição: Hey Pachuco Recs
(Está à venda no site da Hey Pachuco, no V-Twin Café, no Barreiro, e nos concertos)

Mais informação:
Myspace de Fast Eddie & the Riverside Monkeys

Esta entrada foi publicada em Música com as etiquetas . ligação permanente.

2 respostas a | FAST EDDIE & the RIVERSIDE MONKEYS | “Bovine Intervention”

  1. sophiabia diz:

    oh !!! the great Eddie (the Fast)…and the amazing monkies(from the right side)
    the voice….
    congrats mr Frank…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s